Empreender adquirindo uma empresa pronta: vantagens e procedimento

Adquirir uma empresa pronta com o intuito de fazer ela crescer, normalmente representa menor risco do que empreender iniciando um negócio do zero. Se você souber selecionar a empresa certa para investir seu capital e tiver alguns cuidados na aquisição, com certeza terá muitas vantagens em relação a criar uma startup desde zero.

Muitos são os motivos que levam o investidor a adquirir uma determinada sociedade, seja pelo potencial de crescimento ou de melhorias, oportunidade de mercado, etc. Se você tem a intenção de empreender e quer entender o processo de compra de empresas e como fazer a seleção certa, acompanhe as nossas dicas ao longo deste artigo. Aqui você poderá descobrir quais os principais pontos que devem ser levados em consideração na hora de investir em uma empresa.

O que você precisa saber antes de adquirir uma empresa?

Você sabe que o Brasil está situado entre os dez maiores países empreendedores do mundo?

Pois bem, isso faz com que surjam inúmeras oportunidades de aquisição de empresas com alto potencial de crescimento.

Porém, antes de mais nada é necessário tomar alguns cuidados. Conheça alguns fatores aos quais é necessário estar atento:

 É importante saber se suas competências estão alinhadas com as atividades realizadas pela empresa. Não basta apenas achar o negócio promissor, você tem que se imaginar liderando a organização.
Além de conversar com os proprietários atuais da sociedade, procure também a opinião de funcionários, fornecedores e clientes.
Peça a ajuda de um professional para levantar se a mesma possui dívidas e qual o valor. Além disso, é importante tirar certidões negativas do FGTS, INSS, Receita Federal, estadual, etc. O melhor é que você negocie as dívidas no momento da aquisição, e não depois.
 Analise a “estabilidade” do faturamento, verificando se se está adequadamente diversificado em número de clientes, se tratam-se de faturamento assegurado por contratos, se existem riscos de entradas de novos concorrentes ou novas tecnologias, etc. Em resumo você necessita avaliar se existe o risco de o faturamento diminuir.
Verifique a estrutura da organização, descubra o que cada funcionário faz e, se possível, fique alguns dias trabalhando, para saber como funcionam as operações e qual o ambiente de trabalho.
Faça um orçamento para entender quanto será necessário investir após a aquisição. Ex: novos equipamentos, mudança de sede, demissões, etc.
Faça uma classificação de despesas fixas e variáveis e entenda de “break even”.
Analise os números da empresa para entender quando terá o retorno do capital investido ou “payback”.
Entenda o nicho de mercado da empresa. Assim você conseguirá descobrir opções para para ampliar a carteira de clientes.
Se você parcelar o pagamento da aquisição, entenda como a caixa da empresa pode lhe ajudar com as parcelas.
Adquirir uma empresa requer muitos cuidados. Não tenha pressa ao longo do processo.

Vantagens

Existem inúmeras vantagens em adquirir uma empresa pronta no Brasil, sendo que a principal é diminuição do número de incertezas!

Clientes já consolidados. Não será necessário prospectar clientes de zero, uma vez que a clientela já existe.
Contabilidade existente. Isso faz com que o comprador entenda se a sociedade no lucro ou no prejuízo. Uma auditoria contábil pode te ajudar a checar a real situação do negócio.
 Menor risco. Uma vez que a fase inicial da startup (início de operações, marketing, prospecção de clientes, etc) já terá sido superada. O adquirir uma empresa pronta, o empreendedor tem maior probabilidade de êxito.
Situação conhecida de melhoras/ crescimento. Já que o negócio está em funcionamento, você pode analisar as oportunidades de melhora/ crescimento. Ex: novos nichos de mercado, informatização, novos produtos, melhoria no atendimento, redução de despesas, etc.
Desvantagens

Adquirir uma empresa pronta também pode ter algumas desvantagens.

A principal é em relação à quantia do investimento, que pode ser bem maior do que os o investimento para iniciar uma empresa do zero. Este é o “preço” a pagar, pelo ganho em tempo e os menores “riscos”.

Também deve ser considerada a potencial existência de “passivos” tributários, trabalhistas, ambientais, etc. Por isso é necessário a contratação de assessores externos para lhe ajudar na Due Diligence.

Outro fator que merece atenção é a forma como a sociedade era gerenciada. Um câmbio drástico pode ser prejudicial para os funcionários, fornecedores e clientes acostumados com o modelo de gestão prévio. A transição deve ser gradual, para não refletir negativamente nos resultados da empresa.

Fases do processo

Os passos são normalmente os seguintes:

Análise de mercado, contato inicial e alinhamento de expectativas: entender todas as opções do mercado para escolher a empresa mais compatível com as suas preferências e entender a expectativa de valor requerido este valor é razoável.
Assinatura de acordo de confidencialidade: o contrato de de confidencialidade é um compromisso mútuo sobre o sigilo nas negociações e das informações intercambiadas.
Avaliação da empresa: estimar o range de preço baseado em diferentes premissas, algumas mais pessimistas e outras mais otimistas.
Proposta não vinculante: apresentar uma oferta inicial, normalmente no valor das premissas mais pessimistas.
Verificação ou Due Diligence: fazer o levantamento e comprovar a veracidade de todas as informações da empresa.
Proposta vinculante: apresentar uma proposta final, levando em consideração o resultado da verificação.
Assinatura do contrato de compra-venda: é importante ser flexível e contar com advogados com a devida experiência contratual e societária.
Perante a complexidade do processo de aquisição, é muito importante contar com os serviços especializados de um assessor financeiro e um advogado.

Conclusões

Adquirir uma empresa pronta normalmente implica menores riscos do que começar um negócio do zero.

Portanto, o valor a ser investido deve ser um maior, para assim “remunerar” o empreendedor que conseguiu superar as primeiras fases da “start up”.

Ainda mais, se a empresa que você pretende adquirir for muito lucrativa e já tiver um bom fluxo de caixa, você deverá propor um valor de aquisição significativo para conseguir fechar a transação.

É muito importante que o empreendedor contrate uma consultoria especializada em Fusões e Aquisições, que vai lhe ajudar ao longo de todo o processo de aquisição, diminuindo riscos, otimizando os valores investidos, e a tomar as decisões mais acertada em cada fase do processo de aquisição.

É imprescindível realizar o valuation e o due diligence para saber qual o potencial da empresa e os principais riscos, e ainda para conseguir negociar com os donos atuais de uma forma racional e objetiva.

É muito importante planejar e executar a aquisição com a ajuda de profissionais com a adequada experiência neste complexo assunto.

Fonte: Endeavor | 10/08/2018

Desenvolvido pela TBrWeb
Organização Contábil Alwa
Rua Coronel Moraes 381, São Paulo SP
CEP 03029 000 | Fone 11 2618.4744